Comentando o Volume #57 – Knights of Sidonia vol. 01

KNIGHTS_OF_SIDONIA_A01_1459056053419911SK1459056053B

Bom dia amigos leitores, chegou a hora do CoV de uma obra que está dando o que falar e muito desde sábado: Knights of Sidonia.

Como eu tinha comentado sexta, a JBC e a Jambô fizeram uma parceria para que o mangá tivesse seu lançamento aqui em Porto Alegre ao mesmo tempo que no Henshin+. Então antes de começar o post, queria parabenizar as empresas por isso, se não me engano, essa foi a primeira vez que tivemos alguma ação desse tipo por aqui, e eu comemorei muito, tanto que fui a segunda pessoa de Porto Alegre a ter Sidonia (aquela guria que ficou parada do lado do caixa roubou meu lugar).

Mas falando sério, espero muito que mais eventos desse tipo rolem, não só aqui, como em outras capitais além de SP e RJ, porque existem mais leitores além desses dois estados (ok, sei que envolve muita coisa, mas também precisa de um pouco de vontade). Foi bem interessante receber os brindes que normalmente não tenho acesso aqui. Como podem ver nas fotos abaixo, o volume veio com um cartão com arte (a colorida tem um leve destaque no vermelho) dos dois lados, um marca páginas metalizado e um poster que serve como jaqueta na parte interna.

montagem poster

Falando de Sidonia, a obra de Tsutomu Nihei foi publicada no Japão entre 2009 e 2015, sendo finalizada com um total de 15 volumes. A obra ficou mais famosa aqui no Brasil graças ao anime da Netflix, que atualmente conta com 2 (fodas) temporadas, com 12 episódios cada.

O mangá se passa dentro de Sidonia, uma nave espacial que vaga pelo universo para garantir a sobrevivência humana, já que todo o Sistema Solar havia sido destruído pelos perigosos Gaunas. Acompanhamos então a vida de Nagate Tanikaze, um garoto que foi criado nos subsolos e que após deixar seu refugio, acaba se tornando um dos pilotos que protegem Sidonia, mas não apenas isso, ele também será responsável por pilotar o lendário Tsugumori.

Começando nossa analise pela história, vou tentar falar como se eu não tivesse visto o anime, esse primeiro volume é interessante, porém muito corrido e confuso. A história vai sendo jogada na nossa cara como se a gente já estivesse acostumado ao cenário. As coisas vão se acertando aos poucos, mas muita coisa nos deixa em dúvida de como funcionam ou o que significam.

De certo modo eu até gosto disso, não fica forçado como ver um personagem falando de algo que todos na história sabem. Que lê muito mangá (principalmente os mais “fora do eixo”) está de certo modo acostumado, mas talvez isso cause estranheza em quem não costuma ler obras menos “mainstream” ou sem o “personagem narrador”.

Porém como eu disse, as coisas vão aos poucos se acertando e a gente vai entendendo conforme passam os capítulos. Sem contar que a história de Sidonia cativa, como vocês sabem eu não gosto de “mecha”, e mesmo assim sou apaixonado por KoS, pois o mangá foge um pouco das lutinhas de robôs e trás mais história.

A arte do mangá é outro ponto a ser destacada. Em sua grande parte ela é espetacular, as cenas de batalha com os Gaunas, toda a paisagem de Sidonia e do Universo, e eu sei que isso só tende a melhorar nos próximos volumes.

Porém tem momentos que ela é meio tensa, os personagens são muito parecidos (ok, muito disso faz parte da história realmente) e isso as vezes causa uma confusão no leitor. As duas garotas principais são meio parecidas, então eu me confundi um pouco na hora em que elas apareceram, pois eu não sabia qual era qual.

Agora vamos para as polêmicas?

Vocês devem ter visto por ai várias fotos das páginas falando de transparência não é? Então, vocês já sabem um pouco o que eu penso disso, e até por isso não vai ser novidade o que eu vou dizer: não me incomodou. Tem transparência? Tem sim, não vou negar, assim como não neguei em Orange. Ela atrapalha a leitura? NÃO.

Como conversei ontem com o Felipe Eiji no Facebook e aqui, as transparências ficam muito mais nitidas nas cenas em que não tem fundo nem diálogos. Tirei 4 fotos para mostrar para vocês a situação, duas delas são das mesmas páginas que rolaram nos grupos de Facebook.

transparencia 1

Como vocês podem ver nessas duas primeiras, a transparência parece ser realmente monstruosa né? Mas notem que ambas são em sua grande parte “lisas”, sem traços ou cenas. Agora vejam as de baixo.

transparencia 2

Como podem ler na numeração, elas são frente e verso da mesma página (87 e 88). Uma das páginas é completamente preta e mesmo assim não é possível notar toda a “super” transparência que reclamaram. Querem outro ponto para analisar? A página toda em branco é a 84, ou seja, 3 páginas antes dessa segunda foto.

Knights of Sidonia não está igual Gangsta como alguns estão pregando. É óbvio que a qualidade também não é a de Hellsing, está num meio termo, mais parecida com Parasyte e algumas edições de YuYu Hakusho. Ele é fino porque tem 182 páginas e não duzentas e poucas como outros mangás.

Vale R$ 17,50? Bom ai entra outra discussão, porque nós não temos os parâmetros de contrato e gráfica. Mas pensem um pouco, peguem YuYu com R$ 15,90 e coloquem páginas coloridas + alta do dólar na negociação (entre janeiro/fevereiro beirava quase R$ 5,00). Eu já disse isso diversas vezes pessoal, saiam um pouco do senso comum e busquem o máximo de informações.

Tem muito blog e grupo de Face por aí que só querem o “barraco” otaku e mimimis em troca dos cliques (U$ 200 = R$ 1000, ok então né), então cuidado com as “verdades absolutas” que tão rolando por ai. Como diria o ditado: “toda unanimidade é burra”, e no meio otaku isso é muito certo.

Então para fechar esse post vamos para a conclusão.

Sim pessoal, eu recomendo Knights of Sidonia. Vai ser um dos melhores mangás de 2016 e provavelmente um dos que daqui alguns anos vai ter gente chorando que não comprou quando saiu.

Acham R$ 17,50 muito? Lojas como Saraiva, Amazon e LigaHQ dão desconto, sem contar que a JBC disponibilizou plano de assinatura com 10% de desconto e parcelamento em até 4x de R$ 59,05. Opções para baratear e adquirir sua coleção.

Tentem pegar ao menos o primeiro volume e criarem a própria opinião sobre o assunto. Pra mim, é um grande mangá.

Anúncios

22 comentários

    • Em Sidonia? Não tive esse problema.

      Vejo tinta soltar muito em mangás Brite, como Nanatsu e Sword Art Online, mas em Sidonia não. O que me incomodou um pouco foi o cheiro forte, provavelmente da colagem, quando tirei o volume do plástico. Mas depois aliviou, e como provavelmente ele não virá em saquinho nos próximos volumes, provavelmente não terá esse problema mais.

      • Não vir em saquinho eu considero um erro, mas… aí entramos na discussão de mangás serem vendidos em livrarias e aí é outra história.

        Voltando ao tema do post, Sidonia é Sidonia e não adianta, é bom! Quem leu alguma vez sabe, quem assistiu o anime também sabe. O preço acaba sendo inevitável, nós temos aumento em todas as áreas do mercado e a área de entretenimento não podia ser diferente.

        Da mesma forma, não adianta ficar comparando JBC com Panini, todo mundo sabe que a Panini tem condições de entregar um mangá com qualidade melhor pelo mesmo preço. Ou você vai querer comparar os preços de um hipermercado Extra ou Carrefour com o mercadinho do seu bairro?

        O preço está bom, a assinatura da JBC funciona muito melhor que a da Panini, existem outras maneiras de se conseguir mais barato do que comprar um banca. Enfim, cada um faz o que quiser, concordo com o Haag e recomendo Sidonia forte!

        Transparência nesse nível não me incomoda e pra mim, pessoas que ficam de mimimi por causa disso não prestam atenção na história, porque se prestassem, nem iriam perceber!

    • Olha, essa é minha primeira vez lendo o mangá, não sei como vai se desenrolar para a frente.

      Comparando o começo do anime com esse volume eu vou te falar que é bem parecido no “grosso”, porém mais direto, tanto que o final do primeiro volume é metade do terceiro episódio. Sem contar que nesses 3 episódios já rolou coisa que não está no mangá, tem personagens que no mangá ainda não apareceram.

      • Não era bem esse o ponto.
        Veja: muitas vezes no animê eu sentia que havia algo profundo ali, uma discussão sobre a humanidade e a sociedade e ela não era aprofundada. Principalmente na primeira temporada, parecia que a direção do animê estava cortando algo importante para priorizar as lutas contra os gaunas.

        Os próprios fãs do Nihei falavam como se os mangás dele fossem uma obra prima e o animê não confirmou a expectativa criada.

        Vou comprar os primeiros volumes, mas se as falhas do animê existirem no mangá também terei que desistir no meio 😦

      • Ah bom, te entendi.
        Nesse caso fica difícil eu te responder, pois o foi apenas o primeiro volume e os mistérios recém apareceram, não sei como vai desenrolar agora.
        Mas concordo contigo, estou esperando uma terceira temporada do anime pra ver se finalmente aprofunda nesse debate, ainda mais depois de como a segunda terminou.

  1. Que bom que eles não está tão transparente assim, vai dar pra apreciar e entender melhor a arte do Nihei.
    Esse primeiro volume deve ser o mais clichê de todos, espero que não afaste as pessoas, porque a partir do segundo e terceiro a coisa já começa a ficar louca. Eu não vi toda a primeira temporada do anime, mas parece que tem várias coisas que mudam, como por exemplo aquela cena na piscina do cap 5. Eu vi uns caras dizer que a segunda temporada afasta mais ainda da história do mangá, então ainda quero pegar o anime pra ver algum dia.

    O mais interessante nesse primeiro volume é que já nele da pra notar como o Nagate só se fode XD

  2. Poxa, bem que eu queria os brindes também orz
    Era pra eu ter terminado de ler Sidonia, mas por algum motivo eu me desacostumei a ler pelo computador, então eu estava bem animada pra comprar. Agora confesso que nem tanto… Mas vou comprar mesmo assim.
    Eu acho que Sidonia não vai sofrer tanto com a transparência como Orange por causa dos backgrounds pretos (ou pelo menos eu espero).
    Pena que a Saraiva não deu desconto na pré-venda, mas pelo menos dá pra usar o link de 11% off, então mais barato eu sei que encontro.

  3. Concordo com tudo Sidonia é incrível e ponto não tem o que dizer. Estou ansiosa para ler!
    Pelo que parece a transparência não está tão tensa quanto estão dizendo, ainda bem. Tem muita gente que ama barraco. Por falar nisso só não entendi essa parte do seu post “(U$ 200 = R$ 1000, ok então né)”. Podia me explicar?
    Mas enfim, ótimo post!

  4. Pelas fotos a transparência para mim está meio normal, o “padrão” da JBC. Ainda vou pegar o primeiro volume, só estou esperando o preço ser corrigido na amazon para botar no carrinho e finalizar o pedido. Só acho que o problema são as pessoas mesmo, não importa o que a JBC lançar eles vão reclamar, se até mesmo Akira que vai ser no mesmo formato japonês eles reclamaram do formato, é meio que moda hoje em dia meter o pau na JBC.

  5. Infelizmente esse eu vou ter que passar, não pela qualidade de transparência da edição mas sim por ter tantos mangás a serem comprados todos os meses e ainda a mais para serem lançado. o final quando a muito sempre temos que fazer escolhas, knights of sidonia não da pra mim. Ainda mais com Vagabond e One-Punch Man agora!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s