Top10 #19 – Minhas Melhores Leituras de 2016

0-blog-10

Quinta-feira chegou, e como não terminei o Éden ontem, hoje resolvi trazer um Top10 que eu vinha preparando.

O tema de hoje são as minhas 10 melhores leituras em 2016, só tem filé nessa lista.

Mas isso não significa exatamente que são apenas obras lançadas em 2016, mas sim que eu peguei para ler no ano passado, por esse motivo tem obras antigas. Outra coisa que tirei foram obras que eu já tinha começado antes, como Limit que finalizou em 2016 mas eu já estava lendo em 2015.

Então sem mais delongas, vamos para as 10 melhores obras que eu li em 2016.

10º Lugar: 5 Centímetros Por Segundo

5_CENTIMETROS_POR_SEGUNDO_A1_1435787157513451SK1435787157B

Começamos com uma obra curta, de apenas dois volumes, que foi publicada pela NewPOP no final de 2015, mas que eu só consegui ler na primeira semana do ano, mas que já reli mais umas duas vezes. Como comentei na Review da obra, esse é um mangá daquele tipo que nos faz pensar um pouco após ler ele. A forma que a história aborda relacionamentos e até mesmo algumas obsessões das pessoas com casos mal resolvidos é muito bem feita.

9º Lugar: Trilogia de Tormenta

O_INIMIGO_DO_MUNDO_1230915250B

O primeiro livro da lista é a Trilogia de Tormenta, obra de Leonel Caldela baseada no cenário de RPG Tormenta D20. Mas a obra não é só para os jogadores de RPG e fãs de Holy Avenger ou Ledd, ela vai além disso e é provavelmente uma das melhores séries brasileiras atualmente. Para quem curte obras numa pegada mais medieval, a trilogia não deixa nada a desejar (chega até mesmo a ser superior) em relação a obras como Senhor dos Anéis ou mesmo Crônicas de Gelo e Fogo. Acho que infelizmente os livros brasileiros mereciam mais destaque.

8º Lugar: Fullmetal Alchemist

FULLMETAL_ALCHEMIST_A01_1466878082592499SK1466878082B

É óbvio que teríamos Fullmetal Alchemist nessa lista, a obra foi provavelmente o relançamento mais aguardado dos últimos anos. A baixa posição dele nesse Top não é por questão de ser melhor ou pior que as outras, é mais pelo fato de que eu já esperava uma grande obra, uma grande leitura. Por isso não coloquei ele mais pra frente, pois diferente dos demais, não foi uma surpresa do tipo “Nossa, isso é incrível”, foi apenas algo que eu já sabia que seria muito bom.

7º Lugar: Blame!

blame_a01_1477753505303452sk1477753505b

Se em FMA eu já esperava algo incrível, Blame! é o completo oposto. Com apenas um volume a obra já quebrou tudo que eu imaginava, e talvez só não esteja mais para frente justamente por ter tido apenas um volume. Tudo em Blame! faz ele merecer ser considerado uma das melhores coisas do ano, seja sua qualidade impecável, seja sua narrativa muito diferente do convencional ou a arte do Nihei que está incrível.

6º Lugar: Arakawa Under The Bridge

ARAKAWA_UNDER_THE_BRIDGE_1464109339154485SK1464109339B

Gente, cada volume de Arakawa que eu leio é uma experiência incrível. Assim como Blame!, Arakawa tem uma coisa estranha e diferente do natural, é uma leitura que nos prende e eu ainda não entendi qual o motivo, mas sei que é bom e dá vontade demais de comprar para ler e reler cada vez mais. Arakawa é uma comédia que parece não ter muitas pretensões, mas ao mesmo é uma obra que ataca o mundo, que nos mostra como muitas vezes nos importamos com coisas tão banais e sem importância.

5º Lugar: Éden – It’s An Endless World

EDEN_A1_1436535572133120SK1436535572B

Esse saiu em julho de 2015, mas eu só fui ganhar os primeiros volumes de natal e ler mesmo só depois da virada. Ontem eu comecei a ler os dois últimos volumes da obra (vai ser a Review de amanhã) e o troço é monstruoso. Já comentei diversas vezes com vocês que eu prefiro o cyberpunk ao samurai, e Éden é um cyberpunk com “C” e eu curti demais esse formato big da JBC, acho que ele ficou exato para Éden.

4º Lugar: Gen – Pés Descalços

GEN_PES_DESCALCOS_A1_1305492342B

Outra coleção que comprei nesse ano que passou e que me surpreendeu demais. Mesmo só tendo lidro 4 volumes até agora, Gen pode ser facilmente considerado a quarta melhor obra que eu li em 2016 pela sua história, incrivelmente realista e humana. É impossível não ler Gen e não se identificar com os personagens, não sentir todos os sentimentos envolvidos ali, pois o autor consegue nos transmitir isso de maneira perfeita. A edição da Conrad também está impecável, não tem como encontrar defeitos. Já falei várias vezes, comprem Gen, é uma lição de vida.

3º Lugar: Nijigahara Holograph

niji

Começamos o pódio com o último mangá da lista e com um autor que em 2016 entrou para minha lista de autores favoritos sem nem discutir. Eu li duas obras do Asano ano passado: Solanin e Nijigahara. Ambas incríveis e indescritíveis, mas a segunda me pegou muito mais. Como comentei na Review, é uma obra bem difícil e complexa, mas ao mesmo tempo fascinante e de uma riqueza simples, bem característica do Asano. Me apaixonei pelas obras dele, o que vai sair pela Panini já está na lista de compras e agora torço por Punpun.

2º Lugar: Trilogia Millennium

MILLENNIUM_A1_OS_HOMENS_QUE_NAO_AMAVAM_AS_MULHERES

O segundo lugar é uma coleção de livros suécos: Millennium. A série ficou muito famosa após o filme americano do primeiro livro, Os Homens Que Não Amavam as Mulheres. É uma série policial (embora os protagonistas não sejam policiais) muito boa e que prende o leitor. Os protagonistas são cativantes, principalmente Lisbeth, e as histórias nos fazem pensar no mundo, nas aparências e hipocrisias com as quais convivemos. Um obra incrível para fãs de uma boa leitura e de ação.

1º Lugar: Sandman

sandman_1320756410b

O primeiro lugar veio aos 49 do segundo tempo, no fechar do ano. Se eu tiver que descrever Sandman com uma frase seria um sonoro: PUTA QUE PARIU. Isso é monstruoso, é uma explosão de cabeça indescritível e inimaginável, sério mesmo, eu nunca conseguiria imaginar algo como Sandman. Comentei que Blame!, Arakawa e Nijigahara rompem os padrões com facilidade, mas o que Sandman faz é além disso, ele rompe não apenas os padrões como também quebra o estranho e diferente. Ler Sandman deveria ser uma obrigatoriedade, porque ele é abismal, é lindo e reflexível. É o melhor quadrinho do mundo, eu disse no CoV dele, nunca mais vou conseguir ler algo como Sandman.


Bom, esse é meu Top10 das melhores leituras de 2016, algumas obras quase entraram, como Monster e O Pistoleiro, outras infelizmente não deu tempo de comprar e ler ainda no ano passado, como Ghost in The Shell, Jojo’s e Watchmen, mas quem sabe em 2017?

E para vocês, quais as melhores coisas que vocês leram no último ano?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s