Novidades do Mercado #85

Segunda-feira, todos aqui devem estar com overdose de chocolate. A semana que passou rendeu muito e não foi só em doce, pois tanto NewPOP quanto Panini fizeram grandes anúncios. Mas antes de falarmos delas, uma pequena queixa da JBC.

Editora JBC

Semana passada até conversei disso com o Mugi e a Roses nos comentários, mas o que a JBC está fazendo com os leitores é de uma babaquice imensa, está beirando a falta de respeito.

Na quinta-feira tivemos o Henshin Online já que sexta era feriado, após todas as “notícias” e até mesmo o encerramento do vídeo, eis que volta MDG com todo seu “bom humor” para perguntar se tínhamos esquecido de Akira. Nessa hora pensei que finalmente teria algo importante o suficiente para eles voltarem.

Mas não, foi apenas o Marcelo dizendo que Akira está chegando.

Sinceramente, irritou já, não tem mais graça e está dando a entender que a editora está achando legal fazer os leitores de idiotas. Se não tem nada pra falar da obra, simplesmente não fala nada.

Editora NewPOP

Falando de coisa boa, aos poucos a NewPOP vai deixando a JBC para trás, só falta a periodicidade passar confiança.

Estreando seu canal de vídeos a editora atualizou algumas obras:

No 6 está com um atraso por conta de um pedido da editora japonesa. Eu já tinha comentado que a editora japonesa pediu para a NewPOP intercalar novel e mangá, por conta disso, a editora precisou segurar o novo volume do mangá e publicar o do livro antes. Ela ainda está aguardando a aprovação do material para poder publicar o quinto volume e começar então a intercalar as obras.

Entre os finais de obras, como já tinhamos comentado Usagi Drop (10) e Corpse Party: Another Childer (3) saem em abril, enquanto Alice Hearts (6) sai em maio. Falta ainda Hetalia (6), a editora não tem a data certa, mas acredita que sai ainda no primeiro semestre.

Por fim os anúncios, foram 4 anúncios de 3 séries que vocês já sabem bem porque todos já comentaram.

O primeiro é Shakugan no Shana, essa será lançada tanto a novel quanto o mangá da obra, ambas já finalizadas, sendo que a novel possui 26 volumes (e vocês falam de Accel World) enquanto o mangá possui apenas 10.

O segundo é (que pra mim era meio esperado) Re:Zero. A obra ficou em muita evidência após o anime do ano passado e agora terá sua novel publicada pela NewPOP. Ela ainda está em publicação no Japão e conta atualmente com 12 volumes. Arrisco dizer que será o sucessor de NGNL que vai entrar em hiato em breve.

Fechamos os anúncios da editora com Toradora!, uma das obras mais amadas pelos fãs de animes e que volta e meia é capa de blogs. A editora irá lançar a novel da obra, completa em 10 volumes. Ver Toradora! sair no Brasil aumenta aquela pequena esperança de Durarara ainda ter chances.

Nenhuma das séries tem previsão de lançamento, mas todas devem vir em 2017 ainda. O que faz sentido, pois tanto NGNL vai entrar em hiato, como Fate/Zero vai terminar ainda esse ano.

Editora Panini

Chegamos na italiana que ontem fez anúncios em sua palestra na CCXP Tour.

A editora liberou o calendário do segundo semestre, o que vai me obrigar a atualizar aquele post que eu publiquei semana passada, então amanhã comento melhor as datas de lançamento da editora.

Sobre os novos títulos, 4 séries foram anunciadas, duas delas já eram muito esperadas e duas bem inesperadas:

Começamos com a oficialização de HAL, obra que já tinha vazado pelo O Vício. O título em volume único vem em maio e provavelmente com o preço de R$ 16,90.

O outro que era esperado é Tokyo Ghoul: Re. Extremamente esperado, pois a primeira fase está para terminar em setembro, tanto que a editora já confirmou Re para novembro. Atualmente está em publicação com 10 volumes.

A primeira surpresa é o shoujo Last Notes, obra em 3 volumes da mesma autora de Black Bird. A obra está confirmada para julho.

Fechando os anúncios da editora e nosso post: The Legend of Zelda: Legendary Edition. Para quem não sabe, a série de mangás de Zelda originalmente possui 10 volumes, sendo que Ocarina of Time e Four Swords possuem 2 volumes cada, e os outros 6 volumes são únicos dos seguintes jogos: Majora’s Mask, A Link To The Past (melhor jogo), Minish Cap, Phantom Hourglass, Oracle of SeasonsOracle of Ages. 

Nessa versão Legendary, a coleção possuí apenas 5 volumes que compilam 2 mangás em 1 (no caso de Ocarina e Four Swords, são volumes únicos). Então de certo modo, teremos o primeiro “big” da Panini, embora não foi especificado nada sobre formato ou preço, valendo lembrar que Lobo Solitário já possui uma média de 300 páginas e nem por isso ganhou um formato inovador. De qualquer forma, Zelda virá em dezembro, provavelmente pegando a CCXP para aproveitar o público.

Não sei vocês, mas eu sou meio velho e me criei jogando Zelda (até mais do que Pokémon), tanto que ainda tenho a fita original do SuperNes em casa. Por isso vibrei demais e essa é compra obrigatória pra mim.

Anúncios

17 comentários

  1. Destes anúncios da Panini, Last Notes e Zelda estão na minha mira. Fiquei super grato pelo lançamento em Dezembro, até lá, completo algumas coisas que compro e outras estarão em hiato, o que irá facilitar muito pegar as obras (Last Notes não é certeza).

    Sobre a NewPOP, o quê falar dela? Essa gracinha só tende a crescer cada vez mais e mais, dúvido que Toradora, Re:Zero e GTO não vendam absurdos.

    • Também duvido muito que vão ser fracassos, digo mais, se ela realmente arrumar a casa e conseguir manter a periodicidade em dia, ninguém mais segura.

      A Panini hoje é a “melhor” do mercado por falta de um adversário, pois a JBC desistiu. Se a NewPOP com a qualidade que tem entrar firme na disputa, ela ganha. Só falta realmente passar mais confiança pro leitor.

      • Pra mim, elas passaram ainda mais ao anunciar o final de Usagi Drop na última checklist. Digo, é um título que eles nem estavam certos de concluir tão logo, devido o último volume conter uma série de extras; aí após pedido dos fãs, ela vem e lança o último. Pra mim sinal que eles estão ouvindo seus consumidores ainda mais.

        A impressão que eu tenho é que 2016 inteiro a NewPOP ficou traduzindo e arrumando obras e agora tá com uma pilha de trabalhos prontos para serem lançados, e estão adiantando anúncios futuros. Pois com tão poucos funcionários eles andam mantendo sua média de 3 lançamentos, e traduzir as novels não deve ser nada fácil.

        E é aquilo, com o lucro dessas obras de peso entrando no caixa, cada vez mais e mais o capital pra apostar em outros títulos de mesmo valor aumenta em muito.

        Sobre a JBC, quando Terraformars entrar em hiato, não comprarei mais nada da mesma, haha. (única que compro).

        E sobre Akira, eu nem tô ansioso, espero pacientemente. Só compro se for até o preço de Ghost In the Shell, mais que isso irei pensar sériamente. É uma obra que realmente quero, mas pagar um preço muito alto anda complicado financeiramente.

  2. Que semaninha boa essa né não?
    Vamos por partes:

    JBC, realmente me deixando cada vez mais P da vida. Como o MDG consegue essa proeza? De ferrar com tudo que está envolvido… Aff! Tô falando, vão ficar enrolando com Akira até o AF, pelo menos, e se não sair no AF, só na CCXP! E Inuyasha só em 2018, talvez ainda! Só lembrando que já faz 2 anos do anúncio de Akira, sendo que a JBC já tinha confirmado antes que sairia em 2016, então, sem credibilidade nenhuma pra mim.

    NewPop, realmente chutando bundas! Encontrou seu espaço no mercado nacional (com as Novels) e vem prometendo bastante! Só por Toradora, pra mim, já foi o melhor da semana! E sim, NewPop já tem títulos atrasados a pelo menos 2 anos, porém, pode juntar tudo e colocar num saco que não dá nem meio volume de Akira, então, não dá pra comparar!

    Panini sendo Panini e cumprindo seu papel de maior editora de quadrinhos aqui no BR (em questão de títulos) e acima de tudo, sabendo se organizar pra manter o mercado de mangás sempre em alta, com novidades e na “boca dos otakos”. Realmente lançamentos bastante condizentes com a linha que a editora vem seguindo. Confesso que nunca tinha ouvido falar desse Last Notes, mas a premissa me interessou! Destaque grande para Zelda, que parece ser bem bacana! Nunca joguei Zelda, minha infância só teve olhos para Super Mário, Street Fighter e KOF! Sim, sim, sou um herege! kkkkk!
    E, convenhamos, muito boa essa sacada da Panini de lançar Zelda em dezembro e (muito) provavelmente na CCXP, que vai abranger um público beeeeeeeem maior!!
    Também achei bacana o lance do calendário, ajuda a gente (que controla os gastos com quadrinho, como se fosse a escola do filho, kkkk) a se planejar, agora, se a Panini vai cumprir com o cronograma é outros 500.

    Parabéns pras duas editoras de mangás do BR!

    Ah! Espera, tem a JBC tbm né?

  3. Ao meu ver 2015 foi o ano da JBC, com vários títulos e com uma boa qualidade até certo ponto, chegou 2016 e a Panini passou na frente com seu formato “luxo” mas que assim como a JBC teve seus deslizes no final do ano e agora em 2017 estou vendo que a NewPOP vai se destacar mais, tanto pelos títulos anunciados quanto pela qualidade.

    Não sou um grande conhecedor de LN, mas para uma LN de 26 volumes como Shakugan não seria uma aposta arriscada? Posso estar muito errado e realmente ser um título bem famoso. No mais, feliz pela chegada de Toradora! e Re:Zero que já era muito pedido.

    Sobre a JBC, eu desisti de ver os vídeos do canal até não ter algo que realmente importe. Akira já virou palhaçada sinceramente.

    Fiquei curioso sobre esse Zelda, provavelmente é o único que pegarei dos anunciados. Apesar de não ser um grande fã da franquia, joguei bastante quando era mais novo então a nostalgia acaba falando mais alto.

    • Olha, o anime de Sahkugan teve três temporadas e fazia bastante sucesso com o público, tanto que cansei de ver dvd’s sendo vendidos. Porém isso foi 2010 eu acho, não sei quanto hype tem agora, ainda mais com o mangá de só 10 volumes saindo junto.
      O lado bom é que se der certo pode abrir ótimas portas para novels maiores, como Accel World.
      Me impressiona ver a teimosia das outras editoras em evitar novels. Ou a NewPOP é muito burra e rasga dinheiro, ou ela está rindo demais das outras.

      • Trabalhar com Light Novel é igual a trabalhar com um livro, além de ser bem mais demorado para traduzir do que um mangá, não é todo tradutor que aceita pegar um serviço desses e quem pega deve pedir alto. Ainda tem a questão do formato físico que para a New Pop se encaixa perfeitamente, já que seus mangás já vem com lombada costurada e tal, mas para JBC e Panini que não usam esse tipo de formato comumente seria igual a aumento de custos. A Panini pelo jeito de se trabalhar me parece não se adequar ao formato de novels, já que a editora prefere publicar títulos mais vendáveis e com custos reduzidos para tentar abranger uma maior parcela do público. E a JBC parece ter desistido desse nicho após publicar aquele livro de Another. Talvez eles devem ter tido prejuízo e preferem focar só nos mangás.

      • Discordo em partes, nenhuma das duas tem experiência suficiente para afirmar que é prejuízo. A Panini não publicou nenhuma, a JBC teve Another recente e antes disso bem longe foi Densha Otoko e mais antigo ainda as de Death Note.
        É como pegar aquele Super Onze em gibi e dizer que mangá de esporte não vende. Não tem uma boa analise para comparação em dizer que tal coisa é prejuízo.
        E convenhamos, Densha Otoko ou Another não tem o mesmo apelo de venda que NGNL ou Re:Zero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s