Top10 #22 – Melhores Arcos/Sagas/Fases

Buenas pessoal, mais uma sexta-feira chuvosa chegou e com ela um dos Top10 mais pedidos desde que comecei a fazer essas listas no blog.

Pois é Haag, porque tu nunca tinha feito?” Esse é um Top10 que sempre tive certo receio pois acho que pode acabar leviano demais, tem grandes obras que eu ainda não li completas para poder dizer quais os melhores arcos ou sagas. Só que também não poderia ficar enrolando para sempre.

Como hoje é 26/05, e para quem não sabe, é a data exata de quando voltei com o Itadakimasu no modelo que hoje ele segue. Então para comemorar nosso aniversário de 2 anos de publicação direta, resolvi colocar no ar o tão aguardado Top10: Melhores Arcos/Sagas/Fases dos mangás que já li.

Esse post com certeza vai ter muitos spoilers, afinal, não posso explicar o motivo de tal escolha sem falar sobre o arco. Também não é exatamente apenas arcos, coloquei mais no geral com sagas e fases também, e como disse antes, apenas de obras que eu já li pois obviamente não posso analisar obras que eu ainda não li. E os nomes não são exatos, eu coloquei apenas de forma que seja mais fácil de identificar.

A primeira colocação talvez será polêmica (ou não), admito que comecei a escrever esse post sem definir qual dos dois primeiros vai ocupar a posição. Provavelmente só definirei o vencedor na hora de escrever sobre eles.

Sem mais delongas, aquele aviso dos patrocinadores:

ESSE POST TEM SPOILER

E agora vamos pra lista:

10º Batalha na Árvore de Aogiri – Tokyo Ghoul

Já comentei com vocês várias vezes que Tokyo Ghoul me surpreendeu mais do que eu esperava e um dos motivos foi essa batalha na tentativa de resgate do Kaneki. Aqui nós finalmente vemos tudo, a força do pessoal da Anteiko, a crueldade dos vilões, o poderio militar dos mais fortes da CGC. Mas mais importante que isso, enfim temos um protagonista que realmente mostra sua força. Antes desse arco o mangá era interessante, mas depois ele ficou realmente bom.

9º Light vs L – Death Note

Aqui é uma fase inteira e provavelmente a melhor coisa de Death Note. As batalhas psicológicas entre Light e L são geniais, seja quando eles se enfrentam na partida de tênis, ou quando um tenta antecipar o passo anterior do outro quando nem se conhecem ainda. Eu não gosto muito da reta final dessa fase, quando temos o terceiro Kira, mas ainda assim é inegável o grande plano do Light para recuperar a memória e matar o L. Pena que ao invés de manter o alto nível na segunda fase, os autores acabaram desconstruindo o Light ao invés de elevarem o Near.

8º Arco das Doze Casas – Saint Seiya

Inicialmente seria a saga completa do Santuário e estaria bem mais para a frente, porém ultimamente comecei a reler CdZ e percebi que o melhor realmente é apenas o arco das Doze Casas, mas que mesmo assim ele nem é tudo isso que eu lembrava, o anime enfeitou muito mais do que o mangá mostra. As batalhas são legais, aquele negócio dos doze adversários poderosos, cada um de um signo e um deles sendo o “Grande Vilão” escondido é empolgante, eu por exemplo sou de aquário, então fiquei até o final querendo ver o Kamus lutar (e no fim é uma das minhas lutas favoritas). O que incomoda é o excesso de protagonismo, são tantos adversários que era impossível não rolar isso, afinal, eles tinham que chegar até o final.

7º Feira de 2015 – 20th Century Boys

O final de 20thCB pode ter decepcionado bastante, porém toda essa fase da Feira de 2015 é o que tornou a obra tão incrível para mim. É aqui que vemos todo o grande e genial plano do Amigo, que já era considerado por muitos um herói mundial, mas que depois disso se tornou o maior simbolo mundial. A fase termina de uma maneira incrível para mim, pois tinha sido uma derrota completa dos heróis e em apenas uma página o autor devolve a esperança com o retorno de um personagem até então dado como morto. Pena que a última fase não foi tão boa.

6º Saga de Cell – Dragon Ball

Muita gente diz Freeza, outros dizem toda a fase infantil. Eu acho que a melhor é facilmente Cell. A saga tem toda uma evolução, diferente das outras onde desde o começo já se falava dos vilões principais, aqui tivemos os androides errados, ai o trio 16, 17 e 18, até que finalmente surgiu o Cell e toda sua busca por perfeição. Temos as viagens no tempo do Trunks (sem contar o fato da Bulma ter um filho com o Vegeta Oo), toda a bagunça que isso causa nas linhas temporais mas que no fim faz sentido, e principalmente, temos o Gohan como um baita personagem. A força dele na batalha final, tudo perfeitamente encaixado para Dragon Ball terminar ali, com o Goku morto e o Gohan forte o suficiente para se tornar seu sucessor. Mas ai veio os editores né…

5º Soul Society – Bleach

Sempre falei pra vocês que Bleach para mim só presta até o volume 48, o final de Arrancars. Porém eu não vou colocar a saga toda aqui, vou ficar apenas no arco da Soul Society e o resgate da Rukia. Temos tudo de bom que o Kubo já fez nesse arco: lutas fodas, poderes incríveis e um plano genial que consegue enganar o leitor perfeitamente. A luta sangrenta contra o Kenpachi, a batalha de bankais contra o Byakuya, todas as reviravoltas nas investigações do Hitsugaya e no fim o desfecho de que tudo era um plano daquele capitão de óculos que não tinha nada de mais. Arrancars é bom, mas Soul Society é o ápice de Bleach.

4º Enies Lobby – One Piece

 

Aqui começa algumas controvérsias para vocês, pois uns vão dizer Marineford, Baroque Works e talvez DressRosa. Para mim é Enies Lobby com certeza, pois ela reúne o melhor de quase todas as outras fases. Pela primeira vez temos a Marinha e o Governo Mundial como os principais inimigos. “Ah, mas Marineford o Ace morreu” Eu sei que foi triste, mas o Ace não era um personagem tão importante assim, em compensação a Robin era uma tripulante que estava sempre com a gente. Ainda tem todo o desespero do Luffy, a briga com o Usopp, o legado do Franky e do Iceburg, a força da CP9. Fechando perfeitamente, temos ainda a despedida maravilhosa do Merry. Quem não chorou com a morte do barco?

3º Saga de Kyoto – Rurouni Kenshin

Começando nosso pódio temos o samurai andarilho e possivelmente sua melhor batalha. É a única vez na história que realmente vemos o Kenshin próximo de quebrar seu juramento de não matar. A força do Shishio é implacável e poderosa, na luta final mesmo 3 principais guerreiros não são capazes de enfrentar ele. As batalhas são poderosas e incríveis, o arco é muito mais de pauleira, não tem a carga emocional que o próximo carrega, porém apenas o fato da quebradeira já é o suficiente para tornar esse arco memorável. Eu sempre digo que é o grande vilão que torna o arco incrível, e esses três primeiros colocados mostram isso.

2º Era de Ouro – Berserk

Eu admito que empaquei, cheguei aqui no segundo lugar ainda sem ter decidido qual dos dois primeiros seria o vencedor, mas usei um critério bem controverso para alguns. A Era de Ouro ficou em segundo lugar por eu considerar “mais fácil” transformar um herói em vilão. Aqui temos todo o passado do Guts até se tornar o espadachim negro e também sua história com Griffith, o perfeito líder do bando do falcão e que no final é responsável pela morte de todos os companheiros. Esse arco é incrível, um dos motivos pelo qual demorei tanto para criar essa lista é porque queria terminar de ler a Era de Ouro e entender porque o pessoal falava tanto dele, não deu outra, já é segundo lugar. A violência nas batalhas, a ambição do Griffith e sua queda, a evolução do Guts ao se abrir para companheiros e no fim ser traído, tudo isso finalizando com o eclipse e todo o sacrificio. Não é um arco bonito, mas é perfeito.

1º Chimera Ants – Hunter x Hunter

Bom, como eu disse, meu critério de desempate foi a transformação do principal do adversário. Em Berserk o herói Griffith virou o vilão, aqui nós vimos o vilão Rei evoluir ao ponto de, não virar herói, mas se tornar um personagem que nós respeitamos e em determinado momento até torcemos. Eu acho bem mais fácil você tornar alguém mau do que tornar bom. Em CA nós vemos isso, o trabalho do Togashi na construção do Meruem é fantástico, principalmente após o surgimento da Komugi, e no fim ele não é derrotado, apenas escolhe passar o resto do seu tempo com quem ama. As batalhas também são muito boas, sem contar todo o sacrifício do Gon para se vingar da Pitou, destruindo todo o seu futuro. HxH pode não ter toda a violência, sanguinolência e morte de Berserk, mas também possuí ótimas cenas de luta e batalhas.


Bom, esse é o meu Top10 de melhores Arcos/Sagas/Fases. No primeiro lugar acho que seria mais justo dizer que teve um empate, pois eu realmente penei muito para escolher e ainda agora tenho minhas dúvidas sobre as escolhas, mas isso sempre ocorre nos Top10.

E para vocês, quais seus arcos favoritos nos mangás que já leram? Quais que faltaram ou que vocês mudariam?

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s