Comentando o Volume #173 – I Am A Hero Vol. #03

Bom dia povo nessa maravilhosa manhã de segunda-feira com sol.

Hoje vamos comentar uma série que adquiri a pouco e que preciso da ajuda de vocês para decidir se presta ou não.

I Am A Hero, mangá de Kengo Hanazawa, foi publicado entre 2009 e 2017 nas páginas da Big Comic Spirits com um total de 22 volumes. No Brasil a obra chegou em abril de 2018 pela Panini, atualmente já se encontra em seu sétimo volume.

Hideo Suzuki é um homem de trinta e cinco anos, um mangáka assistente e um falido fracassado. Sim, porque há anos seu desejo é se tornar uma lenda, um herói entre os mangakás, devido a uma série impressionante que ele escreveria e publicaria por uma das maiores editoras japonesas; porém até agora ele só conseguiu navegar entre a estranha história com sua namorada e suas desilusões. O que ele não imagina, entretanto, é que o mundo parece ter planos mais importantes para ele: maquinações sinistras e obscuras devem mudar a realidade que ele conhece. E agora, Hideo, você estará pronto para se tornar um herói?


Bom, como comentei um tempo atrás, eu ganhei o volume 1 de presente em um amigo secreto. Eu li e preciso confessar que foi um volume que me deixou curioso, pois foi um encadernado bem focado em apresentar o personagem. Todo o volume é para mostrar o cotidiano do Hideo, as coisas que ele faz, seus medos e a forma como ele convive com as outras pessoas.

Ao longo da leitura vamos pegamos algumas dicas de que algo está acontecendo no mundo, seja uma noticia estranha rolando na televisão ao fundo ou por alguém comentando no trem que o número de pessoas gripadas está aumentando nos últimos dias. Porém o primeiro zumbi mesmo só aparece na última página em meio a um dia normal.

Eu achei isso bem interessante, pois normalmente essas obras com zumbis já começam “do nada”, o apocalipse começou e durante a história é que vamos conhecendo os personagens. O primeiro volume de I Am A Hero nos mostra que não é tão do nada assim, as dicas estão lá, o mundo é que não percebeu até explodir.

Isso que me fez querer ler o resto, ou pelo menos os próximos dois volumes da obra para ver como os zumbis entrariam na história.

Bom, me decepcionei com os volumes dois e três, mas entendi um pouco a ideia.

O apocalipse começou, finalmente estourou e as pessoas não percebem.

Vemos no segundo volume o Hideo correndo feito barata tonta, ele não sabe o que fazer e de certo modo eu entendo isso. No primeiro volume vimos que ele é um cara com uma rotina centrada, ele não costuma sair do padrão. Em determinado momento, ele percebe que as pessoas viraram monstros e estão atacando todos. Como agir?

Vocês já pensaram nisso? Já pensaram no que vocês fariam se daqui 10 minutos um zumbi invadir sua casa ou escritório? Se um avião despencar no prédio da frente? Você tem dinheiro suficiente na sua carteira para fugir para longe? Você tem algum lugar para ir?

É isso que o segundo (e também metade do terceiro) nos mostra. Esqueçam aquela ideia idiota de que todo mundo vai ser um herói um e saber exatamente o que fazer. Claro que não, provavelmente você será uma pessoa que morrerá logo no começo, no melhor dos casos irá sair correndo feito louco para todos os lados.

Em primeiro lugar, você nem mesmo sabe o que está acontecendo. Aquela pessoa está doente? Ela é um zumbi realmente? Ninguém sabe nada, a única certeza que você tem é que elas estão atacando, carros estão batendo, aviões caindo e a cidade está um caos. Telefones não funcionam, as televisões e rádios estão caindo, não tem informações rolando.

Eu me decepcionei porque o segundo e o terceiro volume se resumiram no Hideo correndo literalmente para o mais longe possível.

Ele foi até a casa da namorada, depois correu até o serviço, depois até a estação de trem e pegou o primeiro trem que viu saindo. Foi para uma cidade longe, mas que também estava sendo atacada, por isso entrou num táxi e fugiu até onde deu, para no fim terminar numa floresta. Na metade do terceiro volume, quando finalmente para de correr, o Hideo olha seu relógio e percebe que se passaram apenas cinco horas, isso mesmo, entre o último capítulo do volume 1 e a metade do 3 se passam apenas cinco horas.

Foi isso que me decepcionou. Os encadernados de I Am A Hero não são finos e mesmo assim foram 3 volumes sem nada acontecer realmente além de uma boa apresentação e do surto do apocalipse. Eu queria mais.

Porém repito, entendi a ideia de tentar tornar isso o mais realista possível e de certo modo é algo bem bacana. Porém o realista é chato, não dá pra fingir que não.

Toda a discussão do Hideo sobre ser crime usar a arma dele na rua, sobre não pular a roleta ou deixar de pagar o táxi mesmo quando o mundo está explodindo é interessante, cria um debate sobre até onde é aceitável abrir mão de seus valores e sua ética em meio a um mundo em caos. Será que o mundo não fica realmente um caos por causa das pessoas que usam o apocalipse como justificativa para atos egoístas?

Acredito que em breve o Hideo vai ser mais confrontado quanto a isso, provavelmente encontrando sobreviventes que não tenham a mesma ideia de ética e valores do que ele. No final do volume 3 já vemos ele encontrando uma garota e acho que mais para a frente deve encontrar outras pessoas que vão apresentar novos pontos de vista.

O meu problema é quanto tempo isso irá levar. Já foram três volumes e nada foi entregue além do que cinco horas de correria.

I Am A Hero é um mangá de 22 volumes, me assusta a ideia dele se tornar um novo Zetman, ou seja, aquele tipo de mangá em que vemos todo o potencial latente e que nunca acontece, aquele título que no final de cada volume o leitor diz “agora vai” e no próximo acaba não “indo”.

Eu vou pegar o 4 e o 5, aproveitar o desconto bem generoso que tem na Amazon, mas será a última chance que darei. Se até o final do 5 (que representará aproximante 1/4 da obra) não tiver nenhuma mudança de ritmo ou algo mais “profundo”, infelizmente será mais uma série dropada na coleção.

Mais de 20 volumes de nada já me basta Zetman.

Quem já leu I Am A Hero, o que acha? Realmente evolui ou vai ser esse o tom da obra em seus próximos 19 volumes?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s