Top10 #31 – Casais Que Shippamos

Boa quarta-feira leitores desse blog de mangás e afins.

Vocês já sabem, hoje é dia dos namorados aqui no Brasil e diversos sites já devem ter postado alguma lista com o tema casais (vi um na BBM). Como na vida nada se cria, tudo se copia, resolvi criar também a minha lista.

Mas ao invés de 10 casais reais, resolvi ir para o lado do nosso sonho mesmo e colocar 10 casais que eu “shippei” em algum momento ao longo da leitura da obra, acredito que alguns desses também deve ter recebido a torcida de vocês.

São casais que por algum motivo não aconteceram seja porque a obra acabou ou alguém morreu,  também tem um dois ou três em que a obra não acabou e isso ainda nos dá algumas esperanças mesmo que não seja o tom da obra (estou falando com você Oda).

Mas o fato é que, oficialmente, nenhum dos 10 é realmente um casal até o momento desse post.

ATENÇÃO: ESSE POST TEM SPOILER EM ALGUNS CASAIS, ENTÃO CUIDADO.

Então sem mais delongas, vamos para a lista.


10º Saitama & Fubuki – One-Punch Man

Vamos começar com um casal que eu deixei na décima colocação por ser o com menos motivos. Na verdade, admito que tive dificuldade de para fechar essa lista, então faltava um 10º casal e eu resolvi pedir ajuda para alguns amigos. Até seria um casal engraçado, já que é a mistura do “não ligo” do Saitama com toda essa organização e controle da Fubuki. Sem contar que ainda rende uma piada boa: imaginem um filho entre os dois e me digam se não seria exatamente igual ao Mob?


9º Yuki & Fujimiya – One Week Friends

Em nono temos um casal fofinho. Os dois protagonistas de OWF desenvolvem aquele tipo de relação que nos faz torcer por eles, principalmente pelo garoto que já demonstra estar apaixonado. É o tipo de casal que na obra terminou sem a confirmação do relacionamento indo além, mas que nos passa a sensação de que virar casal era um passo simples que viria naturalmente. Até por isso, deixo eles apenas em nono.


8º Tanikaze & Izana – Knights of Sidonia

Se um dia eu fosse fazer uma lista de “10 razões para odiar Sidonia”, com certeza o primeiro lugar da lista seria o fato do Tanikaze escolher a Tsumugi ao invés da Izana. Nunca vou entender esse fetiche doentio dos japas por tentáculos. Sem contar que ao longo da obra vimos tudo se encaminhar para que o casal ficaria juntos, inclusive com a Izana mudando seu corpo por conta dele. Ai o que acontece? O protagonista escolhe o monstro alienígena com tentáculos.


7º Black & White – Pokémon

Em sétimo temos Pokémon, BW é com certeza a melhor fase do mangá, pelo menos entre os lançados aqui. Os dois protagonistas são completamente carismáticos e até vemos um clima rolando entre eles, pois a garota deu vários sinais de gostar dele e em alguns momentos o garoto até deu a entender também. Provavelmente seria um casal que teria se confirmado se o Black não tivesse morrido no final da obra.


6º Yukito & Touya – CardCaptors Sakura

Em sexto temos um casal que envolve um dos meus personagens favoritos em CCS: o Touya. Eu adoro o irmão da Sakura, de uma forma quieta ele sempre soube de tudo que estava acontecendo e da sua forma tentava sempre ajudar. Sua relação com Yukito é linda, inicialmente uma forte amizade, aos poucos vimos ela evoluindo até terminar com o que eu considero um relacionamento. Infelizmente não tivemos, ao menos no original, a confirmação de que ambos terminaram juntos como um casal mesmo. Então, por hora, permanecem aqui na nossa lista de apenas ships.


5º Arima & Tsubaki – Your Lie in April

Durante toda a história de YLiA nós acompanhamos o sofrimento da Tsubaki em ter que conviver com o fato de estar apaixonada pelo seu amigo de infância enquanto ele se apaixonava por outra garota. É impossível não torcer por ela ao ver tudo que a garota fez e faz pelo Kousei, ambos se conhecem perfeitamente, um sabe quando o outro está sofrendo, como nessa cena em que ele vai buscar ela depois de torcer o pé. Eu sei que a história da paixão do Kousei e da Kaori é linda, mas não adianta, pra mim o casal perfeito é o garoto com a Tsubaki mesmo.


4º Thorffin & Hild – Vinland Saga

Acho que esse é um ship que só eu tenho entre os leitores de VS. Mas para mim parece até óbvia essa relação acabar acontecendo num futuro próximo do mangá. Hild e Thorffin possuem um passado, ambos se conhecem de verdade, já que um viu o pior do outro. Sendo sincero, acho que desse “novo mundo” que o Thorffin quer criar, apenas a Hild sabe que foi ele no passado e talvez isso seja o que aproxima ambos, pois ela não finge entender, ela realmente entende. Esse papo de “vou apenas vigiar ele” não cola mais para mim, já passou disso e ela hoje acompanha o grupo porque quer estar ali.


3º Gin & Matsumoto – Bleach

Que Rukia/Ichigo coisa nenhuma, nunca existiu o menor clima de romance nesse casal. Em compensação, temos o relacionamento entre Gin e Matsumoto que na minha opinião é o mais bem desenvolvido em Bleach no que diz a história. Tudo que ambos passaram na infância, as escolhas que tiveram que fazer por seus planos, como o Gin ficar ao lado do Aizen para fazer ele pagar por tudo que fez com ela. No fim temos aquela cena triste da Matsumoto chorando a morte dele.


2º Zoro & Robin – One Piece

Em segundo lugar um dos meus favoritos, mas que provavelmente não irá se confirmar já que essa não é a ideia de One Piece. Sinceramente, os motivos para esse ship são até bem fáceis, não são poucas as cenas em que temos o Zoro salvando a Robin ou algum tipo de ação dos dois juntos, como podem ver pelas duas cenas que botei. Claro, esse é aquele casal que obviamente não vai se confirmar, pois como disse antes, essa nunca foi a ideia de One Piece em nenhum momento. Mas fica a vontade.


1º Ayane & Pin – Kimi Ni Todoke

Em primeiro lugar, para fechar nossa lista, o melhor casal de Kimi Ni Todoke e que me deixou muito indignado quando não se confirmou. Ao longo de toda a obra vimos a Ayane evoluir muito como personagem no que diz respeito a seus relacionamentos, primeiro aparecendo como aquela garota que vivia trocando de namorado, depois finalmente tendo algo mais sério que ela não soube manter ou conviver, para no final dar um salto de maturidade quando se apaixonou pelo Pin. Outra coisa que achei interessante foi a forma como trabalharam isso de ambos os lados, mesmo sendo um relacionamento de um homem mais velho com uma garota, a diferença de idade aqui não é tão grande já que ela está no último da escola enquanto o Pin ainda é um professor novato (ouviram Clamp, é assim). No fim ele acaba rejeitando ela, mas ficou aquele sentimento de que é um casal com futuro.


Menção Honrosa: Aurora & Elsa

Porque né, Damaris é um gênio em criar esse casal. Eu nunca pensaria em algo assim.

3 comentários

  1. “Em compensação, temos o relacionamento entre Gin e Matsumoto que na minha opinião é o mais bem desenvolvido em Bleach no que diz a história.”
    Eu mudaria para “história mais bem desenvolvida de Bleach”, não só relacionamento kkkkkkk o resto é sequestro e power up.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s