Galeria de Capas #02 – Setembro 2016

mangas-1024x768

Bom dia caros leitores deste blog diário com posts sobre mangás e afins.

Hoje eu estava planejando fazer um Post de Quinta bem polêmico sobre mangás de esporte, porém me faltou tempo para preparar ele, então resolvi colocar em ação outra ideia que vinha rolando na minha cabeça.

O pessoal que acompanha o blog a mais tempo deve lembrar (ou não) que lá nas primeiras semanas eu criei a coluna “Galeria de Capas“, onde eu iria mostrar 5 capas que eu realmente gostava na minha coleção. Fiz o post 01 (veja aqui) e nunca mais rolou outro.

Esses dias, em meio ao meus momentos sem posts, eu resolvi ressuscitar a coluna, mas dessa vez com um diferencial. Ela deixa de ser uma lista aleatória com 5 capas que eu goste na minha coleção e passa então a ser um post mensal com um “Top Five” das melhores capas do mês.

Esse post vai rolar sempre após o dia 10, pois é quando a Panini libera o checklist dela e vai abranger os checklists que eu encontrar. No de setembro, temos 4 checklists: Panini, JBC, NewPOP e Alto Astral. Para ver a lista de todos os mangás que considerei, é só clicar no nome da editora e ver o checklist para o mês.

Sem mais delongas, vamos ao post:

5º Lugar: Noragami vol. 02 – Editora Panini

noragami

Eu não compro Noragami (ainda), mas as capas me chamam um pouco a atenção. Essa do volume dois é no minimo diferente, e também é aquele tipo de imagem que me deixa curioso e com vontade de conhecer esses personagens. Eu não gosto muito da logo de Noragami, mas gosto quando as imagens tem essa pegada que parece ter sido pintada a mão.

4º Lugar: The Testament of Sister New Devil vol. 02 – Editora Panini

testament

Outro que eu não compro (na verdade, passo bem longe), mas que quando vejo a capa na loja me dá uma curiosidade, uma vontade de comprar, e isso é importante numa capa, ela dar vontade do consumidor comprar. Embora metade da bunda da garota esteja para fora, é uma capa “de impacto”, um traço bacana, uma escolha legal de cores, e uma certa dose de “ação”. Gosto também da logo que a Panini escolheu pra ele, meio estilizada. Se eu não soubesse que era um ecchi, compraria esperando boa história.

3º Lugar: Éden: It’s an Endless World vol. 08 – Editora JBC

eden_its_an_endless_world_a_1473100006133128sk1473100006b

Éden é uma obra que mescla boas capas com outras bem bizarras. No volume 8 temos uma boa capa, bem simples e básica. O autor muda a logo em todos os volumes, mas essa é uma das minhas favoritas. A escolha das cores também é muito legal, cores bem básicas e não tão chamativas, mas que combinam perfeitamente entre si.

2º Lugar: Magi vol. 24 – Editora JBC

magi__o_labirinto_da_magia_a2_1471544237590972sk1471544237b

Obviamente que teriamos Magi, já comentei diversas vezes com vocês que essa talvez seja a única obra que eu comprar uma edição fullcolor, pois acho que a Ohtaka manja demais de colorização. Essa capa do 24 ainda tem um “que” a mais pra mim, ela é a grande responsável por eu ter dado uma chance para Magi, pois lembro que quando saiu no Japão e eu vi essa capa, na hora já achei ela linda. É provavelmente a minha favorita da série.

1º Lugar: Aoharaido vol. 10 – Editora Panini

aoharaido

Para fechar, Aoharaido 10 é a melhor capa de Setembro pra mim, essa evolução que as capas foram tendo em suas cores, indo do branco calmo do 1, aos poucos ganhando novas cores e chegando agora nessa explosão de aquarela, tudo isso contrasta com o rumo que a história vai tomando, com os sentimentos calmos do começo e que agora são uma confusão para os personagens. É uma capa que chama a atenção.


Bom, essas são minhas capas favoritas de Setembro. Outras poderiam ser destacadas, como Arakawa 3 e Kuroko 27, porém mesmo assim acho que essas cinco se destacaram mais.

O que acharam? Para vocês, quais as melhores do mês?

Top 10 #08 – Capas do Semestre

0-blog-10

Bom dia meus amiguinhos e minhas amiguinhas, quinta-feira chegou e enquanto eu tento terminar de ler a novel de Fate/Zero, preciso colocar outros posts no ar. (ontem não teve post porque eu estava cheio de serviço aqui no escritório).

Hoje vamos ter aquelas listas de Top 10 que sempre são bem recebidas aqui no blog.

E para o tema desse, eu resolvi usar ele como “resposta” para o post de ontem do Biblioteca Brasileira de Mangás. Para quem não viu, ontem eles fizeram uma lista com as 10 melhores capas do semestre (clique aqui), e eu sou um “imitão” e resolvi fazer a mesma coisa hoje (me julguem).

Para essa lista, pela primeira vez eu coloquei séries que eu não tenho, que são os casos de BTOOOM! e Vinland Saga, mas é porque eu curti demais as capas.

Antes de começar, quero lembrar que podem rolar alguns spoilers aqui, tentarei evitar, mas nunca se sabe. 😀

Então vamos lá:

10º Lugar: Éden – It’s An Endless World  vol. 1

EDEN_A1_1436535572133120SK1436535572B

Já vamos começar que eu acho a arte de Éden incrível e a capa desse primeiro volume para mim é maravilhosa, as cores estão completamente naturais, e mesmo sendo uma capa cheia de detalhes, ela consegue parecer simples e básica. Uma curiosidade interessante é que ela vai “se repetir” no último volume, o que eu acho genial sempre que acontece.

9º Lugar: BTOOOM!  vol. 18

BTOOOM_A18_1446645675534902SK1446645675B

Em nono lugar está uma série que eu não coleciono, mas que tem umas capas espetaculares cada vez que vejo. Essa do volume 18 tem tudo que eu gosto: simplicidade e “destaques exatos”. Como assim? Eu curto demais capas em preto e branco, como HxH 23 e AssCla 5, porém essa tem um destaque especial ao realçar o azul dos olhos da personagem em meio ao branco. Sem contar que o verde e o preto combinam perfeitamente na moldura.

8º Lugar: Orange  vol. 1

ORANGE_A01_1444691593303664SK1444691593B

Orange é um show em todas as suas capas, porém eu prefiro a capa do primeiro porque ela traz “vida”. É legal ver que a capa do segundo volume é praticamente a mesma do primeiro, porém ela é triste e sombria. As cores que a autora escolheu estão muito bem trabalhadas aqui. Outro ponto é o “dois dedos a mais” que tem em relação a original, muita gente diz “dois dedos de nada”, mas comparando bem as capas, faz diferença sim esses dois dedos.

7º Lugar: Hellsing  vol. 6

HELLSING_A6_1447372333536338SK1447372333B

As capas de Hellsing nessa nova edição estão mostrando que é possível fazer capas bem melhores que as originais (embora isso dependa da aprovação né). A minha favorita é do volume 1, mas como ele não foi publicado nesse semestre, a responsabilidade de representar a série ficou com o 6. A cor roxa dá um ar sombrio que a série pede, sem contar que tem a Integra na capa, e ela é a minha personagem favorita.

6º Lugar: Terra Formars  vol. 1

TERRA_FORMARS_A01_1435773948346434SK1435773948B

E novamente temos uma capa de volume 1 na lista. Terra Formars é aquele tipo de série que nós podemos escolher qualquer capa, os volumes 3 e 5 são incríveis também, esse jogo de cores num estilo meio “monocromático”, utilizando todas as variáveis da mesma cor, dá um estilo a mais. Mas o principal (ao menos pra mim) nessa capa é a “pose”, se todas as capas tivessem essa posição de frente com metade do rosto cortado, seria mais difícil escolher uma favorita.

5º Lugar: Vinland Saga  vol. 12

vinlandsaga12-e1450059476277

Aqui está uma série que me dá vontade de ler só por causa das capas. Esse volume 12 de Vinland Saga saiu em dezembro e sinceramente QUE CAPA. A do volume 11 já era boa, mas essa dá um impacto no leitor, só de ver ela na banca me deixou com curiosidade de saber o que está acontecendo na série.

4º Lugar: Tokyo Ghoul  vol. 3

TOKYO_GHOUL_A03_1446858349535336SK1446858349B

Assim como em Vinland, essa capa de Tokyo Ghoul também é do tipo que está diretamente ligada ao que está acontecendo na história. Eu já gosto de capas “básicas”, e essas de TG estão sendo fantásticas, pois tem esse toque de “aquarela”. E como eu disse antes, essa capa trabalha um pouco o que está acontecendo na trama, misturando um pouco a tristeza da garota que perdeu os pais com a evolução que ela terá na reta final do volume. Quarto lugar para Tokyo Ghoul.

3º Lugar: Kuroko no Basket  vol. 16

KUROKO_NO_BASKET_A16_1444745104245445SK1444745104B

Kuroko foi uma série que começou com capas muito, mas muito feias, sério, a do 4 é estranha. Mas a partir do volume 11 isso começou a mudar e elas começaram a ficar realmente bacanas, principalmente as mais “básicas” como no volume 13. Mas essa do 16 é fantástica por dois motivos: primeiro é aquilo que eu falei em BTOOOM, o preto e branco com “destaques exatos”, com a diferença que aqui o traço está muito mais forte e impactante. O segundo ponto é o que falei em TG, o contexto da história, esse é o volume que o Kagami está enfrentando o Aomine na Zone, eles não enxergam nada, apenas a bola e deu, e esse é o destaque da capa, para eles tudo é preto e branco e apenas a bola se destaca.

2º Lugar: Berserk  vol. 9

berserk09-e1450059147513

Mangá de dezembro e que eu ainda não consegui comprar. Berserk é uma das séries fodas em publicação atualmente e com belas capas, podemos citar as capas do 3, 5 e 7 (sempre impar?), mas essa do 9 superou tudo. A Era de Ouro está na reta final, e com ela vão vir as capas 12 e 13, e ai sim vai ser um espetáculo.

1º Lugar: Magi – O Labirinto da Magia  vol. 13

MAGI__O_LABIRINTO_DA_MAGIA_A1_1441030037513511SK1441030037B

Alguma outra série poderia estar em primeiro? Eu poderia fazer um Top 10 apenas com as capas de Magi e estaria certo. E essa capa do 13 então, é possivelmente uma das 5 melhores de toda a minha coleção. Sem mentira, Magi é provavelmente a única série que eu compraria uma edição full color sem pensar duas vezes.

_________________________

Bom, essas são as minhas 10 capas favoritas no segundo semestre. Tem mais algumas que bateram na trave para entrar na lista, como Air Gear 32, a novel de Another, Blade 1 e Sankarea 11 que também estavam bem lindas.

Para vocês, quais foram as 10 melhores do semestre?

Falando em semestre, aproveitem também para votar na nossa enquete dos melhores mangás do segundo semestre de 2015, é só clicar aqui e escolher os melhores (e piores).

Por hoje era isso, até amanhã pessoal. o/