Comentando o Volume #150 – Calvin & Haroldo: E Foi Assim Que Tudo Começou (1987)

Continuar lendo

Anúncios

Novidades do Mercado #72

Chegou a segunda-feira e com ela tivemos uma das semanas mais bizarras do nosso mercado, e foi recém a primeira do ano.

tumblr_lyufvjaznh1qhfb1go1_400

Editora Panini

Começamos o ano com um vazamento do próximo anúncio da Panini: One Piece Green. O quarto databook da franquia a principio deve chegar em abril e mostra os acontecimentos entre o final de Enies Lobby e o Time Skip pós Marineford.
one_piece_green_secret_pieces
Agora vocês pensam: vazou? Pela LigaHQ ou pela Comix? Não amigos, ele vazou pela PRÓPRIA PANINI. A editora fez um vídeo na terça com o anúncio do mangá, na quarta se arrependeu e editou o vídeo, removendo o anúncio. E como o gif de Madagascar diz: “Vocês não viram nada!“.

Para o nosso bolão vou ter que fazer o seguinte: OS PONTOS ESTÃO CONGELADOS. Ou seja, enquanto a editora não re-anunciar (???) a obra, os pontos não serão computados na contagem.

Ah, porque Haag?” Bom, primeiro porque eu disse que vazamentos não contam e segundo que a editora pode ter tido algum problema e só confirmar o título após o prazo do bolão. Acho difícil isso acontecer e creio que até final de fevereiro volta o anúncio. Porém, até lá os pontos estão congelados.

download

Editora Conrad

Se esse post já não era bizarro suficiente com a Panini vazando o próprio título, ele fica ainda mais com uma novidade da Conrad, a TV Manchete das editora.

A notícia ao menos é boa, pois a editora avisou que o décimo volume de Gen Pés Descalços está sendo reimpresso e deve voltar em breve para as lojas especializada.GEN_PES_DESCALCOS_A10_1462822231583497SK1462822231B

Muitas pessoas reclamavam que não tinham conseguido o décimo volume, e eu arrisco dizer que a editora realmente tinha feito uma tiragem menor.

Lembrando, que se você ainda não tem Gen Pés Descalços, a loja Martins Fontes está com uma promoção dos volumes 1 até 9 com 50% de desconto. Com essa reimpressão, agora todos podem enfim ter essa coleção completa em sua estante. Recomendo demais, é muito boa e está com uma qualidade inacreditável.

Comentando o Volume #99 – Gen Pés Descalços vol. 03

GEN_PES_DESCALCOS_A3_1319822855B

Bom dia meus amigos leitores deste blog de literatura, mas antes de começar nosso CoV eu queria apenas lembrar a todos que já está no ar nosso novo Bolão de Anúncios, para ver o post com as regras, é só clicar aqui.

Hoje teremos mais um post sobre Gen Pés Descalços, dessa vez o seu terceiro volume.

E eu já quero começar falando de como é difícil ler Gen. Eu completei a coleção em agosto, porém só essa semana é que parei para ler o terceiro volume e mesmo tendo terminado, não peguei o quatro ainda.

Um dos motivos é o peso da história. Gen é muito pesado, muito denso, minha impressão quando leio um volume é de que estou horas e horas sentado com ele na mão. É complicado explicar essa sensação, não é como pegar um Ajin ou Nanatsu que “se devora” o volume, é bem pelo contrário, Gen é lento, como muita coisa acontecendo e nos fazendo reler toda hora.

Não é uma obra que nos dê vontade de maratonar, mas não pensem que é por ser ruim ou chata, longe disso, é apenas por ser pesada demais. A cada volume que eu leio de Gen, uma sensação de vazio toma conta de mim de um modo muito forte, ao ponto que raramente eu pego qualquer outra coisa para ler após, só fico ali pensando no que li.

Nesse volume 3 seguimos vendo Gen e sua mãe tentando sobreviver após o ataque nuclear. A obra continua nos mostrando o pior das pessoas, que discriminam e humilham todos que necessitam de ajuda.

Temos aqui uma história em que Gen, para ajudar sua mãe, aceita trabalhar cuidando de um homem vitima da bomba, e que é abandonado por sua família para que morra trancado num quarto afastado do resto da casa.

Podemos ver com essa história dois pontos:

O primeiro é o medo do desconhecido, muitas pessoas visivelmente temiam aquilo por não entenderem e por serem muito supersticiosas. Será que era contagioso? Será que era um castigo divino? Não são poucas as vezes em que vemos o pessoal achar que raspas de ossos são remédios para aquilo. E honestamente, vendo por essa lógica é até aceitável um pouco o preconceito que se cria, pois é ignorância em sua base, mas não o “ignorância” de maldade, e sim o de falta de conhecimento mesmo.

Já o segundo ponto é a maldade mesmo, o quão mesquinhas e egoístas as pessoas são. Temos vários momentos demonstrando isso, como a família preocupada mais com o que os outros pensam do que com o parente doente, ou os médicos se recusando a atender quem não tem dinheiro para pagar. E todos eles agem como se aquilo fosse o certo, a cena da mulher fingindo estar de luto por alguém que uma página atrás ela dizia que devia morrer é algo que nos faz pensar em quão falsas as pessoas são.

E isso é Gen Pés Descalços, mais do que uma obra histórica sobre a bomba atômica, é uma obra sobre as pessoas, e o quão mesquinhos podemos ser nos piores momentos.


Bom pessoal, vocês devem ter notado que o blog anda bem picotado de posts.

Eu entro de férias amanhã, e como vocês sabem, eu trabalho no financeiro e estou atolado de serviço aqui. Esse post do Gen eu levei 4 dias pra escrever ele e nem é tão longo.

Então pelas próximas duas semanas, teremos realmente alguns posts bem esporádicos, um CoV ou Review vez que outra. Fiquem de olho, o CoV 100 vai ser muiiiiiito foda.

Lembrando, nosso Bolão de Anúncios já está valendo, as apostas vão valer até dia 31 de dezembro, então não deixem de fazer sua aposta. 😀